• Agência X10

Smartphone do criador do Android é acusado de violação de marca


O Essential Phone, desenvolvido pelo criador do sistema operacional Android, nem chegou ao mercado e já está sendo acusado de violação de marca registrada.


A fabricante norte-americana Spigen afirma que já possui o registro do nome “Essential” abrangendo uma série de produtos, como baterias, carregadores e fones Bluetooth, embora eles não tenham um celular.


De acordo com o Android Police, a empresa enviou uma carta para Andy Rubin pedindo para ele "cessar e desistir de todos e quaisquer direitos de usos da marca”, que foi registrada pela Spigen em agosto de 2016.


Além disso, o Essential Phone teve o seu próprio registro negado duas vezes pelo escritório de marcas e patentes dos Estados Unidos exatamente por já existir uma marca com esse nome.


No entanto, a equipe de Rubin manteve a decisão de anunciar o smartphone, potencialmente infringindo a propriedade intelectual da Spigen.


A Spigen afirma que o “Essential” causará confusão entre os consumidores e, caso a concorrente não desista do nome até o dia 15 de junho, está "preparada para tomar todas as ações para proteger” a sua marca.

Via Olhar Digital

2 visualizações0 comentário