iPhone 'Z': conceito de luxo com tela dobrável em 3 partes



Dispositivos dobráveis estão movimentando o mercado de smartphones como há tempos não víamos. Os aparelhos da Samsung (Galaxy Fold) e da Huawei (Mate X) estão fazendo relativo sucesso pela internet e nos canais de reviewers no YouTube. Com a queda nas vendas do iPhone em 2018, supomos que, em 2019, a Maçã queira inovar mais do que tem feito nos últimos anos.

Se a Apple vai mesmo surpreender o mercado, não sabemos; porém, se dependesse da Caviar, teríamos um gadget dobrável da marca, e não apenas em duas partes, mas em três. Conhecida por lançar versões de luxo para alguns modelos de celulares, com um Galaxy Note 9 feito em outro que custa US$ 60 mil, a empresa russa anunciou um conceito do que poderia ser o modelo de um dos próximos iPhones, com algumas especificações.

O nome iPhone Z é derivado do desenho formado pela dobradura semiaberta do aparelho, que teria uma tela de Super Retina HD de 458 ppi. Totalmente fechado (modo telefone), sua tela teria 6,6 polegadas, com formato 20:9.

Modo selfie

Com apenas uma das partes dobradas, seria possível utilizar tanto as câmeras traseiras como a frontal.

Modo tablet

Funcionando como tablet, com a tela totalmente aberta, o aparelho teria 10,4 polegadas com formato 3:4.

Modo laptop

Uma das partes serviria como teclado, enquanto as outras duas ficariam em formato de “V” em cima da mesa.

Modo TV (screen)

Usando uma das partes dobradas como base, o resto da tela serviria como um visualizador de vídeos sobre a mesa.

O iPhone Z teria um conjunto triplo de câmeras, todas com 15 MP, reconhecimento facial, leitor biométrico sob a tela e entrada USB-C. O iOS teria um comportamento parecido com o do Android no Galaxy Fold, reconhecendo o app em uso e como o gadget está dobrado para se adaptar automaticamente. Como não poderia deixar de ser em um aparelho feito pela Caviar, o iPhone Z ainda teria 90 diamantes cravados em seu corpo.


Fonte: Tec Mundo


34 visualizações0 comentário