• Agencia X10

Celular com termômetro é aposta chinesa contra coronavírus




Subsidiária da Huawei lança Honor Play 4 Pro. Sensor infravermelho deve ser posicionado no rosto ou pulso do usuário.

A fabricante chinesa Honor lançou um celular capaz de medir a temperatura corporal do usuário por meio de um sensor infravermelho. A subsidiária da Huawei apresentou o recurso no Honor Play 4 Pro como forma de identificar pessoas com febre, um dos sintomas do novo coronavírus. De acordo com a empresa, o smartphone tem a capacidade de medir temperaturas entre -20º a 100º Celsius ao entrar em contato com o rosto ou os pulsos.


Por enquanto, a versão do Honor Play 4 Pro com o sensor infravermelho está disponível apenas no mercado chinês com preço sugerido de 2.999 yuans, cerca de R$ 2.150 na cotação atual. Não há informações sobre vendas no Brasil.

O sistema que mede a temperatura é praticamente o mesmo utilizado em outros dispositivos para este fim, como os termômetros utilizados em aeroportos e outros estabelecimentos. Um leitor de infravermelho absorve a energia corporal por meio do contato com o corpo e faz a leitura em seguida, mostrando o resultado na tela. Além do modelo com infravermelho para medir temperaturas, o Honor Play 4 Pro tem uma segunda versão sem o recurso vendida por 2.899 yuans (R$ 2.070). Nos dois casos, entretanto, a marca segue o mesmo hardware e ficha técnica. A Honor também lançou, ao lado das edições "Pro", uma opção mais simples da linha intitulada de Honor Play 4.


Entre as especificações do Honor Play 4 Pro estão a tela IPS LCD de 6,57 polegadas com resolução Full HD+ (2400 x 1080 pixels) e proporção 20:9. O painel é quase sem bordas e aloca uma câmera frontal dupla de 32 MP e 8 MP em um furo no display. A câmera traseira também é dupla, mas surpreende por utilizar o sensor RYYB de 40 MP visto no Huawei P40 Pro, modelo topo de linha da Huawei. Já a lente secundária é uma teleobjetiva de 8 MP com zoom híbrido de até 30x. Em termos de desempenho, o Honor Play 4 também não deve decepcionar. O processador é o mais avançado da Huawei na atualidade, o Kirin 990, um octa-core de até 2,86 GHz de velocidade. São 8 GB de memória RAM e uma edição única com 128 GB de armazenamento interno sem possibilidade de expansão via cartão microSD. Vale lembrar que a Honor não é a primeira fabricante a utilizar esse tipo de recurso em um celular. A CAT, empresa americana famosa pela produção de maquinário para a construção civil, lançou em 2016 o CAT S60. O smartphone é capaz de mapear calor usando infravermelho por meio de uma câmera térmica. O modelo foi vendido no mercado americano com preço sugerido de US$ 599 (R$ 3.045).





Fonte: Tech Tudo

6 visualizações0 comentário