• Agencia X10

Redmi Note 9 vs Galaxy A51: compare preço e ficha técnica



Destaques como câmera quádrupla, memória de até 128 GB e promessa de bateria para um dia todo compõem a ficha técnica dos celulares. Smartphone da Samsung é visto com R$ 570 de desconto. A Xiaomi lançou o Redmi Note 9 para rivalizar com celulares intermediários como o Galaxy A51, da Samsung. Os smartphones apresentam semelhanças na ficha técnica, como câmera quádrupla, tela de 6,5 polegadas e resolução Full HD+. No entanto, eles diferenciam na capacidade da bateria e no processador. Confira a seguir o comparativo de especificações dos aparelhos e saiba qual pode ser a melhor escolha.

O Redmi Note 9 desembarcou no Brasil em junho pelo preço sugerido de R$ 2.699, mas atualmente é visto por R$ 2.499 no site oficial da Xiaomi – redução de R$ 200. Já o Galaxy A51 chegou ao mercado em janeiro por R$ 2.199, mas passou por redução significativa e é encontrado por valores que partem de R$ 1.630 — um desconto de R$ 570.


Tela e design O tamanho da tela é o mesmo nos dois celulares, mas o painel é o primeiro ponto em que os smartphones se diferenciam. Enquanto o telefone da Xiaomi traz tecnologia LCD, a Samsung utiliza display Super AMOLED, considerado melhor. Além disso, o Redmi Note 9 aloca a câmera frontal em um furo no canto esquerdo da tela, enquanto o Galaxy A51 abriga o sensor na parte superior de forma centralizada. Já na traseira, o conjunto quádruplo é acomodado de forma centralizada no aparelho da Xiaomi, enquanto o da Samsung dispõe suas lentes em um retângulo no lado esquerdo do telefone. Além disso, o Redmi Note 9 tem um sensor de impressão digital na traseira. Já o Galaxy A51 desempenha esta função por meio de um leitor integrado à própria tela do celular. Câmeras Os dois celulares contam com câmera quádrupla. No entanto, as diferenças começam no sensor da câmera frontal, que é de 13 MP no Redmi Note 9 e de 32 MP no Galaxy A51. Já na traseira, a principal é de 48 MP nos dois celulares, mas fica em 8, 2 e 2 MP no aparelho da Xiaomi, que apresenta câmeras ultra wide, macro e teleobjetiva, respectivamente. O Galaxy A51 traz ultra wide, macro e sensor de profundidade, sendo elas de 12, 5 e 5 MP. Os dois aparelhos ainda oferecem o modo retrato, famoso recurso que desfoca o fundo da imagem. Desempenho e armazenamento O processador do Galaxy A51 é o Exynos 9611, um octa-core de até 2,3 GHz. Enquanto isso, o Redmi Note 9 traz na ficha técnica o Helio G85, da MediaTek, chip também de oito núcleos, mas com velocidade de até 2 GHz. Em relação ao armazenamento, o Redmi tem versões de 64 GB ou 128 GB de espaço para dados, e também opções com memória RAM de 3 GB ou 4 GB. Já o Galaxy A51 apresenta uma única versão com 128 GB de armazenamento e 4 GB de memória RAM. Os dois ainda têm a possibilidade de expansão por meio de cartão de memória microSD. Bateria A capacidade da bateria é um dos destaques do Redmi Note 9. O aparelho da Xiaomi tem capacidade bruta de 5.020 mAh. A gigante chinesa promete até 16 horas contínuas de jogos e 147 horas de reprodução de música. Já o Galaxy A51 apresenta bem menos: 4.000 mAh de bateria, com promessa de 16 horas ininterruptas para navegar na internet e 20 horas de reprodução do vídeo, de acordo com a Samsung. O Redmi Note 9 traz recarga rápida por meio da tecnologia Quick Charge 3 com carregadores de 18 W de potência. Já o Galaxy A51 também oferece recarga rápida por meio de uma fonte de 15 W. Versão do Android Os dois aparelhos já rodam Android 10. A diferença entre eles é a interface, já que o Galaxy A51 usa a One UI, versão personalizada pela companhia, e o Redmi Note 9 adota a MIUI 11, da Xiaomi. Recursos adicionais O Redmi Note 9 traz um revestimento que oferece resistências a respingos e tem certificação para garantir níveis mais baixos na emissão de luz azul da tela. A Samsung também permite que o usuário reduza a luz azul. O celular sul-coreano ainda traz a Bixby, assistente virtual da Samsung. O NFC, função que possibilita pagamentos por aproximação, só está disponível para o Galaxy A51. Porém, o Redmi Note 9 oferece um scanner para digitalizar documentos. Características como a entrada USB-C para carregadores e o conector de 3,5 mm para fones de ouvido estão presentes tanto no Redmi Note 9, quanto no Galaxy A51. Preço O Redmi Note 9 foi lançado globalmente em abril de 2020 e chegou ao Brasil em junho pelo preço sugerido de R$ 2.699. Hoje ele pode ser encontrado no site da Xiaomi por R$ 2.499 na opção de 3 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento, ou por R$ 2.899 na versão com 4 GB de memória RAM e 128 GB de espaço para dados. Já o Galaxy A51 chegou pelo preço sugerido de R$ 2.199, mas atualmente é encontrado por cerca de R$ 1.630 no comércio eletrônico.




Fonte: Tech Tudo

15 visualizações0 comentário