google-site-verification=H8cUPEbcYs2DV7mERV4K-6o_J0plQBDhIa5LrrsQRqc google.com, pub-4689922024473332, DIRECT, f08c47fec0942fa0 Saiba os erros que podem danificar a bateria do seu smartphone e alguns mitos
  • agenciax10

Saiba os erros que podem danificar a bateria do seu smartphone e alguns mitos


A bateria de um smartphone Android tem os seus limites e, se algumas regras não forem respeitadas, podemos reduzir, e muito, a sua vida útil. Para saber como lidar melhor com as baterias de lítio dos dispositivos Android, preparamos uma lista com algumas ações erradas que podem causar problemas e danificá-las de forma irreparável.


1. Carregar o smartphone no computador

Carregar o smartphone no computador através do USB não apenas demora mais, como também pode danificar a bateria. As correntes oscilam muito entre duas entradas USB, e podem causar mais aquecimento do que o carregamento na tomada. É exatamente esse aquecimento que pode diminuir a vida útil da bateria.

Os materiais empregados para eletrodos e eletrólitos são estáveis apenas em baixas temperaturas, e sofrem quando o dispositivo superaquece. O site Battery University mediu uma perda de até 65% da capacidade de uma bateria quando ela foi exposta a uma temperatura de 40 graus Celsius.

Dessa forma, sempre é melhor usar o carregador original e uma tomada, que fornece uma corrente mais estável, prolongando a vida útil da bateria.





2. Usar o smartphone durante o carregamento

Todos precisam de repouso, inclusive o seu celular. Durante a recarga, deixe-o em paz e vá ver a vida lá fora! Se ficar enviando mensagens, jogando ou assistindo a vídeos durante o carregamento, você irá aumentar a temperatura do dispositivo, e o calor é o inimigo número 1 das baterias de lítio, além de demorar mais para carregar.



3. Descarregar completamente o smartphone

No fundo do seu coração ainda mora a lembrança do velho Nokia, indestrutível como um diamante? A nostalgia em certos casos pode ser prejudicial, induzindo a erros. É preciso deixar para trás os antigos hábitos. No passado, muitos ligavam para serviços gratuitos de operadoras só para que a bateria se esgotasse completamente.

Os tempos mudaram: hoje, como dito acima, os smartphones possuem baterias que não sofrem com o problema da memória, elas não ficam "viciadas". Os celulares atuais não devem ser descarregados até 0%, este é um erro grave. Isso, em parte, é evitado por um sistema de segurança que desliga o telefone se a bateria chega a 5% (indicando, contudo, que está em 0%), mas ainda assim é perigoso chegar a níveis tão baixos. O ideal é começar a carregar seu smartphone quando a bateria chegar a 15 ou 20%.



4. Deixar o smartphone no carro, sob o sol

Duvido que você, sendo leitor desse site, se separe com frequência do seu smartphone, mas sempre podemos esquecê-lo uma vez ou outra no carro. Grave erro! O sol transforma o veículo num verdadeiro forno, e o calor acaba com a bateria. Isso também vale para ações que sobrecarreguem o smartphone e causem seu superaquecimento.

Existem vários apps na Play Store para monitorar a temperatura do seu dispositivo. Tais como o CPU-Z e o CPU-X:


5. Usar o carregador errado

Se o carregador oficial do smartphone estragou, nosso primeiro impulso é procurar por um substituto bem baratinho. Esse pode ser um erro que custará mais caro no longo prazo. Os carregadores são pensados para determinados dispositivos, tendo especificações técnicas próprias. Compre sempre um substituto equivalente e evite produtos piratas para não reduzir a vida útil da sua bateria.



6. Usar o brilho automático

Não precisa se fingir de inocente. A lei do bom uso do smartphone postula que não se deve usar o brilho automático, mas mesmo assim você não se emenda. Apesar de algumas vezes a função ser sofisticada o bastante para produzir um efeito agradável, ela não é capaz de selecionar uma condição ótima no que diz respeito ao consumo de energia. Com efeito, o brilho mínimo com que cada pessoa pode se acostumar varia bastante.


Configurar manualmente o brilho para um valor baixo irá aumentar consideravelmente a duração da sua bateria, e a plataforma Android tornou seu ajuste bem simples, já nas Configurações Rápidas do seu smartphone (ou então em “Configurações > Tela > Brilho”).


7. Não configurar a duração da luz de fundo

Quase todos sabem que a tela é uma das maiores devoradoras de energia em um smartphone Android, logo, uma boa configuração do display é a chave para uma bateria mais duradoura. O ajuste de "duração da luz de fundo" determina quanto tempo sua tela permanecerá ligada depois do uso. Qualquer intervalo maior do que 30 segundos, na nossa opinião, representa um desperdício de preciosos miliampere/hora.

Não se preocupe com os aplicativos que exigem um longo período de tela ativa, como jogos ou leitores de eBooks. Eles manterão sua tela ativa mesmo que a configuração seja por um período curto.


8. Não prestar atenção nos vampiros silenciosos (widgets e apps em segundo plano)

Os widgets são notórios assassinos de bateria, realizando atualizações em segundo plano impiedosamente. Talvez você pense que um mero serviço de previsão do tempo não faça tanto mal. Errado. Você não precisa abrir mão completamente dos widgets, mas pode fazer um uso mais inteligente deles.

Um serviço de meteorologia, por exemplo, não precisa atualizar a cada hora (duas vezes por dia são suficientes). Os melhores apps oferecem a opção de configuração de intervalos de updates e downloads. Evite os que não oferecem essa funcionalidade, pois eles são os verdadeiros vampiros da sua bateria.


9. Ter o IPv6 configurado de forma incorreta

Dois engenheiros que trabalham no Google e na Cisco, respectivamente, concluíram em um estudo feito para a Internet Engineering Task Force, que o IPv6, quando configurado de forma incorreta, pode contribuir para a bateria drenar de forma mais rápida.

O motivo são as Router Advertisements (RAs), responsáveis por enviar relatórios periódicos aos dispositivos conectados na rede. Toda vez que uma RA é enviada pelo roteador, a CPU do smartphone precisa trabalhar para processar essa informação.


O problema está em roteadores mal configurados, que enviam uma quantidade muito grande de RAs. Isso pode se agravar ainda mais em redes públicas, como em aeroportos e grandes centros de compra. Toda vez que um dispositivo se conecta a essas redes são enviados relatórios a todos aparelhos conectados. Como o entra e sai é constante, o processador precisa trabalhar mais e, obviamente, gastar mais energia.

A recomendação é que os administradores configurem as redes para limitar em até 7 RAs por hora. Com isso, eles acreditam que o impacto na bateria dos aparelhos não seria tão significativo. Se você é um profissional de redes ou se interessa pelo assunto pode conferir o estudo completo aqui.


Seção de mitos: nem tudo que você escuta é verdade

Deixar o smartphone carregando a noite toda prejudica a bateria

O ciclo diário do indivíduo moderno quase sempre inclui essa rotina: acordar, trabalho/escola/universidade, voltar para casa e deixar o smartphone recarregando até a manhã do dia seguinte (de 7 a 12 horas!).

É verdade que o melhor é efetuar um carregamento quando a bateria estiver entre 20% e 80%, fazendo mais recargas curtas do que uma muito longa. Mas, ainda assim, deixar o celular carregando por muitas horas não prejudica a bateria. Isso porque as baterias modernas possuem um circuito de proteção que detecta quando a carga está cheia, e para de receber energia. Então o celular não sai prejudicado.


A única coisa negativa é que isso gera um desperdício de energia, porque o carregador vai ficar um tempo na tomada sem carregar nada, transformando energia. Portanto, o ideal é evitar essa prática, mas dizer que isso prejudica a bateria do smartphone é um mito.

Bateria de celular vicia ou tem efeito memória

Esse mito tem relação com as baterias usadas antigamente, de cádmio. Essas realmente viciam, ou seja, perdem sua capacidade de carga total ao longo do tempo. As baterias atuais, porém, são feitas de lítio; elas não apresentam mais esse efeito memória.

Temos uma matéria mais completa sobre isso, e você pode conferí-la abaixo:


Colocar a bateria na geladeira ajuda a recuperar a potência

Provavelmente essa história surgiu pensando de forma inversa: se o calor prejudica a bateria, o frio ajuda. Mas não. Ao colocar uma bateria na geladeira, a carga pode até ser mantida, mas a potência não irá sofrer nenhuma alteração.

Além de não ser benéfico, essa prática ainda pode ser perigosa. Temperaturas extremas podem perturbar os elementos químicos presentes nas baterias, trazendo danos ao dispositivo, e tanto a geladeira quanto o freezer possuem umidade, e isso pode estragar seu aparelho.

Powerbank prejudica a bateria


Se usados de forma correta, os powerbanks não prejudicam a bateria do celular. O cuidado que deve ser tomado é muito parecido com o dos carregadores comuns: checar a qualidade e autenticidade do produto. Além disso, é bom ficar de olho se a corrente fornecida pela bateria externa é a mesma do seu smartphone. Se ela for muito maior, pode prejudicar a vida útil da bateria. Tomando esses cuidados, não há problema algum em fazer uso de powerbank.




0 visualização

 Desenvolvido e criado por Agência X10

Desde 2008 ®2020 - Direitos reservados a Nexstill Assistência Técnica Smartphones 

A melhor franquia de assistência técnica de Smartphones do Brasil, Troca de tela na hora em Santo André, Troca de tela na hora em São Caetanos do Sul, Troca de tela na hora em São Bernardo do Campo, Troca de tela na hora em Diadema, Troca de tela na hora em Mauá, troca de bateria IPhone Santo André, assistência †écnica Sansumg em Santo André, assistência †écnica Sansumg São Caetano do Sul, assistência †écnica Sansumg São Bernardo do Campo, assistência †écnica Sansumg Mauá, assistência †écnica Sansumg Diadema, assistência †écnica Motorola em Santo André, assistência †écnica Motorola em São Bernardo do Campo, assistência †écnica Motorola em Mauá, assistência †écnica Motorola em Diadema, assistência †écnica Motorola em Diadema, assistência †écnica Asus em Santo André, assistência †écnica Zenfone em Santo André, assistência †écnica Zenfone em São Caetano do Sul, assistência †écnica Apple, troca de bateria zenfone, troca de bateria zenfone santo andré, troca de bateria zenfone São Caetano o Sul, troca de bateria zenfone São Bernardo do Campo, troca de bateria zenfone Diadema, troca de bateria zenfone  Mauá, Conserto de celular na hora em Santo André, Conserto de celular na hora em São Bernardo do Campo, Conserto de celular na hora em São Caetano do Sul, Conserto de celular na hora em São Paulo, Conserto de celular na hora em Mauá, Conserto de celular na hora em Diadema, arrumar celular na hora em Santo André, arrumar celular na hora em São Caetano do Sul, arrumar celular na hora em São Bernardo do Campo, arrumar celular na hora em Mauá, arrumar celular na hora em Diadema.