• Agência x10

Primeira mensagem de texto da história completa 25 anos


Era 3 de dezembro de 1992 quando o programador britânico Neil Papworth, então com 22 anos de idade, enviou a primeira mensagem de texto do mundo. Nascia, então, o Serviço de Mensagem Curta, mais conhecido pela sua sigla em inglês SMS, uma espécie de avô do WhatsApp, Telegram e demais aplicações modernas indispensáveis nos dias de hoje.


A mensagem enviada por Papworth de seu computador para o colega Richard Jarvis foi bem simples: “Merry Christmas” ou, em português, Feliz Natal. E um dos criadores daquilo que se tornaria parte essencial do dia a dia de bilhões de pessoas ao redor do mundo sequer fazia ideia de que havia dado o pontapé inicial em uma das formas de comunicação mais populares de todos os tempos.


“Em 1992, eu não tinha ideia de quão popular se tornar enviar mensagens de texto e que isso faria surgir os emojis e os apps de mensagens usados por milhões”, comentou o programador ao Daily Mail. “Olhando para trás para uma retrospectiva, fica claro que a mensagem de Natal enviada por mim foi um momento-chave na história do mobile.”



Papworth participou da equipe responsável por desenvolver a tecnologia para a operadora de telefonia Vodafone, mas logo outras empresas e marcas passaram a adotar o formato. Com o passar do tempo e a evolução da tecnologia, as mensagens de texto se tornaram cada vez mais populares dentro dos computadores e dos celulares, com serviços como mIRC, ICQ e MSN Messenger, além dos chats de bate-papo, popularizando de vez o formato de conversa por texto em meios digitais.


Em 1999, outra criação muito significativa para as comunicações atuais acontece: o primeiro emoji surge no Japão. Ao longo dos últimos 18 anos, os pictogramas foram tomando conta de quase todos os espaços da web e, hoje, é difícil encontrar um espaço de conversa online em que eles não estejam presentes.


Assim, para celebrar a data, o seu criador recriou a primeira mensagem de texto enviada há 25 anos usando apenas emojis.










Fonte: TecMundo

1 visualização0 comentário