top of page

Redmi Note 8 vs Redmi Note 9: saiba o que muda entre celulares Xiaomi



Novo smartphone vem com câmera quádrupla, bateria maior e Android 10. Redmi Note 9 já é visto com R$ 200 de desconto.


O Redmi Note 9 é um celular da Xiaomi que chegou para suceder o Redmi Note 8. A câmera quádrupla foi mantida, assim como o processador de oito núcleos e opções de armazenamento de 64 GB ou 128 GB. No entanto, o smartphone apresenta mudanças na tela e bateria. Confira a seguir o que mudou na passagem de geração dos telefones.

O Redmi Note 9 desembarcou no Brasil em junho por R$ 2.699, mas já é visto no site oficial por preços a partir de R$ 2.499 — desconto de R$ 200. Já o Redmi Note 8 foi lançado em território nacional em novembro de 2019 por R$ 1.799, mas sofreu um aumento no valor e pode ser adquirido por R$ 2.399 – R$ 600 mais caro. Tela e design O Redmi Note 9 já começa diferente do Redmi Note 8 pelo design. Ele não vem mais com o notch, em vez disso traz a câmera frontal em um furo dentro da tela. Já a traseira possui um degradê mais suave e mais discreto que seu antecessor. O Redmi Note 8 conta com o recorte em formato de gota e vem com um efeito de cores na traseira em formato curvilíneo. Os celulares também são diferentes na posição das câmeras. O arranjo do Redmi Note 9 fica em um retângulo centralizado junto do sensor biométrico. Já o conjunto do Redmi Note 8 está localizado no canto superior esquerdo formando uma linha vertical. O display saltou de 6,3 polegadas no modelo anterior para 6,53 polegadas no Redmi Note 9. Ambos apresentam painel LCD com resolução Full HD+ (2340 x 1080), ajuste de temperatura de cor e certificação TÜV Rheinland Eye Confort por emitir menos luz azul. O novo modelo está disponível nas cores cinza, verde e branco, enquanto o Redmi Note 8 pode ser encontrado em branco, preto e azul.


Câmera Não houve grandes mudanças em relação à câmera. Os dois modelos apresentam o mesmo conjunto quádruplo dividido da seguinte forma:

  • Principal de 48 MP

  • Ultra wide de 8 MP

  • Macro de 2 MP

  • Teleobjetiva de 2 MP

Os smartphones também contam com um sensor frontal de 13 MP (abertura f/2.0). Eles ainda apresentam recursos de fotografia como o modo retrato, modo noturno, correção de distorção causada pela lente ultra wide e detecção de cena com a inteligência artificial. Desempenho Os dois smartphones trazem processadores octa-core com velocidade de até 2 GHz. A diferença está no fabricante. Enquanto o Redmi Note 8 aposta no Snapdragon 665 da Qualcomm, o Redmi Note 9 vem com o MediaTek Helio G85. Eles também possuem memória RAM de 4 GB e armazenamento de 64 GB ou 128 GB. O lançamento ainda vem com uma opção de 3 GB de RAM.

Nos dois casos é possível expandir o armazenamento com cartão microSD. No mais recente, é possível aumentar em 512 GB, enquanto o Redmi Note 8 tem suporte a cartão de memória de até 256 GB. Bateria O Redmi Note 9 apresenta uma bateria maior que o modelo anterior. Ele vem com 5.020 mAh contra 4.000 mAh do Redmi Note 8. Ambos trazem recarga rápida, mas nenhum dos dois conta com carregamento sem fio. Android e recursos adicionais O Android 10 está presente nos dois smartphones, porém o Redmi Note 8 saiu de fábrica com o Android 9 (Pie) e depois recebeu a atualização para o sistema mais recente do Google. Os dois celulares rodam a interface MIUI, própria da Xiaomi. O Redmi Note 9 volta com o Bluetooth 5.0, que também estava presente no Redmi Note 7. Enquanto isso, o Note 8 vem com Bluetooth 4.2. A Xiaomi ainda não trouxe o NFC para estes aparelhos, o que significa que eles não fazem pagamentos com aproximação. Preço O Redmi Note 8 chegou por preços a partir de R$ 1.799. Porém, o site oficial agora vende o mesmo smartphone por R$ 2.399, aumento de R$ 600. Já o Redmi Note 9 com 64 GB é vendido por R$ 2.499, enquanto a versão de 128 GB é comercializada por R$ 2.899.

Vale lembrar que a Xiaomi se tornou o principal alvo de contrabandistas, que oferecem dispositivos da marca em sites de compra e venda. São equipamentos sem nota fiscal, sem garantia e sem a certeza de que funcionam no 4G de 700 MHz. Por isso mesmo, são mais baratos.



Fonte: TechTudo

13 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating